segunda-feira, 18 de março de 2019

Projeto Social Organiza Curso de Capacitação em NR-10 Em Viamão.

NR 10 SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE.
Com inicio previsto para o dia 13 de Abril na cidade de Viamão e com previsão e termino dia 21 de Abril.
NR 10 a ser Ministrada pelo Instrutor: Engenheiro eletricista Iguatemi Macedo Crea/RS Nº 053768 e também engenheiro de Segurança do Trabalho.Tem como o objetivo, oportunizar de forma acessível, a qualificação e requalificação de profissionais que necessitam desta qualificação para suas respectivas funções dentro do mercado de trabalho.
Voltado para profissionais das áreas da construção Civil, Bombeiros Civis, Brigadas de Incêndio, Voluntários e eletricistas. O conteúdo, terá a carga horária de 40 horas. Com experiência de mais de 20 anos em sua atividade o engenheiro e instrutor Iguatemi Macedo terá a missão de contribuir junto as ações desenvolvidas pela Federação Brasileira de Bombeiros Civil através do projeto Social Desenvolvimento Campeão que prioriza a captação de parceiros que se dispunham a ajudar na qualificação e requalificação profissional a preços acessíveis dentro da realidade atual do Brasil.
A parceria entre Bombeiros RS Treinamentos e Federação Brasileira de Bombeiros Civis contribuirá
Consistentemente para o acesso de pessoas que necessitam desta qualificação.
Organização Federação Brasileira de Bombeiros Civil.
Curso NR-10
Dias 13,14,20,21 de Abril das 08 as 17 horas em Viamão
Carga Horária 40 horas
Instrutor: Iguatemi Macedo Crea/RS Nº 053768.
Certificação: Bombeiros RS Treinamentos e Corpo Técnico.
Conteúdo Programático:
O curso tem conteúdo dimensionado para 40 horas de estudo, sendo dividido nos seguintes capítulos:
Introdução à segurança com eletricidade.
Riscos em instalações e serviços com eletricidade.
Técnicas de Análise de Risco.
Medidas de Controle do Risco Elétrico.
Normas Técnicas Brasileiras.
Regulamentações do MTE.
Equipamentos de proteção coletiva.
Equipamentos de proteção individual.
Rotinas de trabalho – Procedimentos.
Documentação de instalações elétricas.
Riscos adicionais.
Proteção e combate a incêndios.
Acidentes de origem elétrica.
Primeiros socorros.
Responsabilidades.
Inscrições:
E-mail: febrabomrs@gmail.com
Whatsapp: (51) 989186550
Fixo: (51) 30462741
Endereço: Avenida Senador Salgado Filho Nº 2005 Parada 36 atrás da UPA Bairro: Santa Cecília Cidade: Viamão.
Investimento Não sócios: 400 reais a vista no cartão 420,00 juntamente, com dois quilos de alimentos não perecíveis que serão revertidos para entidades Filantrópicas da Grande Porto Alegre. 
Associado Febrabom 250,00 a vista no cartão 270,00 e dois quilos de alimentos não perecíveis.
A arrecadação será revertida para compra de equipamentos que ficarão a disposição das defesas civis e material de escritório.
Reciclagem Valor de 150,00 e dois quilos de Alimentos.
Associado Febrabom Tem desconto Garantido aqui!

Treinamento De Prevenção E Combate À Incêndio (Tpci).

TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE À INCÊNDIO (TPCI)
INTRODUÇÃO:
O TREINAMENTO DE PREVENÇÃO E COMBATE À INCÊNDIO será ministrado por profissional credenciado pelo Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul, conforme a RESOLUÇÃO TÉCNICA Nº 014/BM-CCB/2009, do Corpo de Bombeiros/RS.
O aluno estará capacitado para atender um princípio de incêndio minimizando ou extinguindo sua propagação e a um atendimento de primeiros socorros nos primeiros procedimentos de emergência.
PÚBLICO-ALVO:
Ocupantes de todas as edificações, excetuando habitações unifamiliares.
É obrigatório para obtenção do Alvará do Corpo de Bombeiros.
CARGA HORÁRIA: 08 Horas
OBS.: A exigência mínima será de duas pessoas treinadas por ocupação e no máximo 50% do quantitativo total da população fixa da ocupação. Para os efeitos desta RT, considera-se população fixa aquela que exerce atividade laboral e que permanece regularmente na edificação, considerando-se os turnos de trabalho e a natureza da ocupação, bem como o pessoal pertencente a uma empresa prestadora de serviço nas mesmas condições. Além do síndico, considera-se ainda que exerça atividade laboral em uma ocupação: zelador, porteiro, segurança, auxiliar de serviços gerais.
PRAZO DE VALIDADE DOS CERTIFICADOS:
Validade de 4 (quatro) anos.
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:
CONFORME RESOLUÇÃO TÉCNICA Nº 014/BM-CCB/2009, do Corpo de Bombeiros/RS.
RISCO BAIXO E MÉDIO
PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIO
Teoria do Fogo
Propagação do Fogo
Classes de Incêndio
Métodos de Extinção
Agentes Extintores
Equipamentos de Combate a Incêndio
Equipamentos de Detecção, Alarme e Comunicação
PRIMEIROS SOCORROS
Parada Cárdio respiratória: procedimentos de RCP (Reanimação Cárdio Pulmonar)
OVACE – Obstrução das Vias Aéreas por Corpos Estranhos: procedimentos de desobstrução
Equipamentos de Detecção, Alarme e Comunicação
TREINAMENTO PRÁTICO
Combate a Incêndio
RCP – Respiração Cárdio Pulmonar
Desobstrução das vias aéreas.
Inicio das 08 as 17 horas dia 24/de março em Viamão
Carga Horária 08 horas
Instrutor: Ricardo Soares
Certificação: Bombeiros RS Treinamentos e Corpo Técnico.
Apoio: Prodec-RS
Organização: Federação Brasileira de Bombeiros Civil.
Inscrições:
E-mail: febrabomrs@gmail.com
Whatsapp: (51) 989186550
Fixo: (51) 30462741
Endereço: Avenida Senador Salgado Filho Nº 2005 Bairro: Cecilia Cidade: Viamão.
Investimento: 200 reais não sócios juntamente, com dois quilos de alimento não perecível.
Associado Febrabom pagará somente 100 reais e dois quilo de alimento não perecível.
Vagas Limitadas!

Capacitação em NR-33 Dia 23 de Março em Viamão.

Capacitação em Trabalhos em Espaços Confinados
NR 33: o Principal objetivo da Norma é:
Atender a Norma Regulamentadora Trinta e Três (NR-33) do MTE que prevê que toda empresa que realize serviços em áreas de espaço confinado deve providenciar aos trabalhadores treinamento específico, visando garantir a capacitação sobre os riscos, medidas de controle, de emergência e salvamento.
Todos os trabalhadores autorizados, vigias e supervisores de entrada devem receber capacitação e também um treinamento periódico anual com carga horária mínima de oito horas.
Inicio dia 23/de março em Viamão
Carga Horária 08 horas
Instrutor: Felipe Prusch.
Certificação: Bombeiros RS Treinamentos e Corpo Técnico.
Apoio: Prodec-RS
Organização: Federação Brasileira de Bombeiros Civil.
Inscrições:
E-mail: febrabomrs@gmail.com
Whatsapp: (51) 989186550
Fixo: (51) 30462741
Endereço: Avenida Senador Salgado Filho Nº 2005 Bairro: Cecilia Cidade: Viamão.
Investimento: 200 reais não sócios juntamente, com dois quilos de alimento não perecível.
Associado Febrabom pagará somente 100 reais e dois quilo de alimento não perecível.
Vagas Limitadas!

terça-feira, 12 de março de 2019

Capacitação em NR-35 Dia 17 de Março em Viamão.

O projeto desenvolvimento campeão tem por finalidade: A qualificação, orientação e multiplicação de conhecimento. 
O projeto terá seguimento em suas ações no mês de março onde disponibilizará o curso básico de NR-35 que será ministrado e certificado de acordo com as normas vigentes. Será aberto para: Resgatistas, Bombeiros Civis, Técnico em Segurança do Trabalho, Bombeiros Voluntários e também será aberto para a comunidade.
O curso de NR-35 Trabalho em Altura tem como finalidade educar para prática de Segurança do Trabalho em Altura, bem como estabelecer os procedimentos necessários para a realização deste trabalho, visando garantir a segurança e saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade. A Norma Regulamentadora nº35 estabelece os requisitos mínimos e as medidas de proteção para o trabalho em altura, envolvendo o planejamento, a organização e a execução, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos direta ou indiretamente com esta atividade.
Considera-se trabalho em altura toda atividade executada acima de 2,00 m (dois metros) do nível inferior, onde haja risco de queda.
Nosso Curso de NR-35 Trabalho em Altura é elaborado e validado conforme exigências do Ministério do Trabalho e Emprego.
Dia 17/03 em Viamão 
Carga Horária 08 horas
Instrutores: Corpo Técnico da Empresa Bombeiros RS Treinamentos
Certificação: Bombeiros RS Treinamentos e Corpo Técnico.
Organização: Federação Brasileira de Bombeiros Civil.
Inscrições:
E-mail: febrabomrs@gmail.com
Whatsapp: (51) 989186550
Fixo: (51) 30462741
Endereço: Avenida Senador Salgado Filho Nº 2005 Bairro: Santa Cecilia Cidade: Viamão.
Investimento: 200 reais não sócios juntamente, com dois quilos de alimento não perecível.
Associado Febrabom pagará somente 100 reais e dois quilo de alimento não perecível
Associado Febrabom Tem desconto Garantido aqui!

domingo, 3 de março de 2019

Governo Impede Desconto Em Folha E Determina Que Contribuição Sindical Deve Ser Feita Via Boleto.

Mudança está em medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, começa a valer imediatamente, mas perde efeito se não for aprovada pelo Congresso em até 120 dias.
As contribuições financeiras de trabalhadores para seus sindicatos não poderão mais ser descontadas diretamente dos salários e terão, a partir de agora, que ser pagas exclusivamente por boleto bancário.
Essa nova regra está prevista em uma medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, publicada em edição extra do "Diário Oficial da União" da sexta-feira (1º).
Uma medida provisória tem força de lei e passa a valer a partir de sua publicação. Entretanto, ela precisa ser aprovada pelo Congresso em até 120 dias, caso contrário perde validade e a regra antiga volta a vigorar.
A contribuição sindical já havia deixado de ser obrigatória na reforma trabalhista proposta pelo governo do ex-presidente Michel Temer e aprovada pelo Congresso em 2017. Desde então, os trabalhadores são obrigados a expressar a vontade de contribuir para seu sindicato, mas o desconto continuava sendo feito diretamente do salário pelas empresas, como antes da reforma.
As contribuições financeiras de trabalhadores para seus sindicatos não poderão mais ser descontadas diretamente dos salários e terão, a partir de agora, que ser pagas exclusivamente por boleto bancário.
Essa nova regra está prevista em uma medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, publicada em edição extra do "Diário Oficial da União" da sexta-feira (1º).
Uma medida provisória tem força de lei e passa a valer a partir de sua publicação. Entretanto, ela precisa ser aprovada pelo Congresso em até 120 dias, caso contrário perde validade e a regra antiga volta a vigorar.
A contribuição sindical já havia deixado de ser obrigatória na reforma trabalhista proposta pelo governo do ex-presidente Michel Temer e aprovada pelo Congresso em 2017. Desde então, os trabalhadores são obrigados a expressar a vontade de contribuir para seu sindicato, mas o desconto continuava sendo feito diretamente do salário pelas empresas, como antes da reforma.
Em uma rede social, o secretário de Previdência e Trabalho do governo Bolsonaro, Rogério Marinho, disse que a decisão do governo de editar uma medida provisória para tratar do assunto se deve "ao ativismo judiciário que tem contraditado o legislativo e permitido cobrança" das contribuições sindicais.
Marinho foi o relator da proposta da reforma trabalhista do governo Michel Temer.
Desde o fim de 2017, sindicatos recorrem à Justiça para tentar manter a cobrança, mas a maioria das ações tem sido rejeitada no TST.
Em julho, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou os pedidos para tornar novamente obrigatório o pagamento da contribuição sindical pelos trabalhadores. A Corte analisou 19 ações de entidades sindicais contra a regra da reforma trabalhista que tornou o repasse facultativo, em que cabe ao trabalhador autorizar o desconto na remuneração.
A medida provisória pode dificultar o recolhimento das contribuições pelos sindicatos, que desde a reforma trabalhista perderam arrecadação. No ano passado, no acumulado até setembro, a arrecadação da contribuição sindical despencou 86% em relação ao mesmo período de 2017, passando de R$ 1,9 bilhão para R$ 276 milhões.
O que muda?
A MP altera alguns artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), entre eles o 582. Antes da mudança, esse artigo estabelecia a obrigatoriedade de "os empregadores" descontarem a contribuição sindical "da folha de pagamento de seus empregados."
Na nova redação, estabelecida pela medida provisória de Bolsonaro, o "recolhimento da contribuição sindical será feita exclusivamente por meio de boleto bancário ou equivalente eletrônico, que será encaminhado obrigatoriamente à residência do empregado ou, na hipótese de impossibilidade de recebimento, à sede da empresa."
Outro artigo alterado é o 578. Antes, ele previa o recolhimento e pagamento da contribuição sindical "desde que prévia e expressamente" autorizado.
Agora, o artigo reforça a necessidade de que o pagamento seja "prévia, voluntária, individual e expressamente autorizado pelo empregado."
No comentário feito em rede social, o secretário de Previdência e Trabalho do governo Bolsonaro, Rogério Marinho, afirmou que a medida provisória "deixa ainda mais claro que contribuição sindical é fruto de prévia, expressa e 'individual' autorização do trabalhador."

sábado, 2 de março de 2019

Lista De Associados Febrabom RS.

Todos os entes filiados a Federação Brasileira de Bombeiros Civil (Núcleo Sul )
Atendem as normas legais exigidas comprovadamente, para o exercício de sua atividade profissional. desta forma, deixamos disponível em nosso Banco de Dados a análise empresarial para possível contratação e nos colocamos a Disposição, para informações adicionais para que as mesmas se viabilizem.
Email: febrabomrs@gmail.com