sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Bombeiros Civis e a Famosa falta de Participação.


Desenvolvimento sem envolvimento Coletivo é possível?

O Desenvolvimento profissional significa o conjunto de características e conhecimento que uma pessoa tem e deseja melhorar, para que consiga evoluir na carreira e também na sua vida pessoal. Onde principalmente, o espaço para o egocentrismo deve inexistir para que a construção gradual e disponível a todos tome forma e rumos.
A profissão é o principal (e muitas vezes o único) rendimento da grande maioria da população, por isso qualquer melhoria das condições salariais reflete-se na melhoria das condições de vida pessoal.
No entanto, os maiores obstáculos na busca pelo desenvolvimento profissional é sem dúvida nenhuma, o poder de mobilização que deve ou deveria partir, dos pertencentes da classe desfavorecida deste requisito. "Que neste caso, seriam os Bombeiros Civis."
Vivemos em uma sociedade competitiva onde muitas vezes, não bastam as melhores referências ou conhecimento técnico profissional adquirido. Muitas vezes, é preciso atentar para os benefícios do uso da mobilização coletiva para que direitos e melhorias sejam conquistados e que venham a beneficiar de forma uniforme os envolvidos em toda esta construção.
Também é necessário atentar que talvez, a falta de organização e espírito de coletividade possa ser o principal inimigo desta caminhada em busca de desenvolvimento profissional.
Afinal, de que vale qualificação profissional sem desenvolvimento ou, oportunidade? De nada! Pois os transformará, em mais um colecionador de competências profissionais sem a devida oportunidade dentro deste sistema competitivo em que vivemos.
Espirito Coletivo, talvez não resolva todos os problemas, porém, pode ser considerado um bom começo para solução de alguns já existentes... principalmente, os do egocentrismo.


Texto Fonte: Comunicação Social Febrabom RS.