terça-feira, 24 de outubro de 2017

Aluna do Curso de Bombeiro Civil é Agredida por Instrutora no Bairro do ABC em Maceió.


Após o caso lamentável de agressão cometida por parte de uma suposta instrutora do curso Profissionalizante de Formação de Bombeiro Profissional Civil da empresa ALB Cursos, moradores de Rio Novo, familiares e Bombeiros Civis representantes de entidades, participaram de uma visita hoje pela manhã 24 de outubro à casa da vítima, munida de cartazes e o boletim de ocorrência em mãos, os populares pediram que o caso não fique impune. Um representante do Sindicato dos Bombeiros Civis de Alagoas (SINDBC) esteve presente para coletar informações da vítima e de testemunhas. 
O que era pra ser um curso de formação de Bombeiro Profissional Civil, por pouco não terminou em tragédia para a aluna de nome Jessica Natana de Melo Natalício de 26 anos, que segundo Boletim de Ocorrência realizado na Central de Flagrantes de nossa capital, durante uma aula do curso no bairro do ABC em Maceió, a mesma após questionar a validade e legitimidade do curso com a instrutora, veio a sofrer lesão corporal na região da face e no couro cabeludo.
O CASO NA INTEGRA
No dia 21 de outubro do corrente ano de 2017, por volta das 18:40 da noite, a aluna do curso Profissionalizante de Bombeiro Profissional Civil, Jessica Natana de Melo Natalício, segundo a mesma após pedir esclarecimentos referente a empresa ALB, para a instrutora Carina Alves, num acesso de fúria, se utilizou de um cadeado do local e utilizando como soqueira (relatou a agredida), desferiu vários golpes na região da cabeça da vítima, que veio ao chão, sendo a agressora impedida de continuar a agressão, pelos alunos presentes no local que correram para socorrer a vítima que teve três dentes quebrados na hora, Um vídeo que circula nas redes sociais, expõe barbaramente a situação minutos depois do ocorrido, onde a vítima com o rosto sangrado bastante sendo atendida por alunos que tentam estancar as hemorragias faciais decorrente do uso do objeto metálico (cadeado). Segundo informações a empresa ALB Cursos e a instrutora que cometeu a agressão até o presente fato não é sabido se estão cadastrados devidamente no CBMAL (Corpo de Bombeiros da Polícia Militar de Alagoas), como empresa formadora de Bombeiros Civis, muito menos se a agressora está cadastrada como instrutora pelo órgão militar.

fonte: scoletivoautonomo.blogspot.com.br
CURTA NOSSA PÁGINA
FILIE-SE AGORA!