sexta-feira, 11 de maio de 2018

Projetos Sociais Poderão Ser Extintos Em Viamão

Viamão na Contra Mão: 
Desenvolvimento Social se refere tanto ao capital humano como ao capital social de uma sociedade. Ele significa e consistem em uma evolução ou mudança positiva nas relações entre os indivíduos, grupos e instituições de uma sociedade, sendo o bem-estar social seu projeto futuro.

No entanto, ao que tudo indica este conceito parece que não se aplica nas prioridades estabelecidas pela prefeitura de Viamão Região metropolitana de Porto Alegre.
Projetos Sociais Importantes que beneficiam diretamente o município mantido sem um centavo de dinheiro Público que já beneficiaram mais de 2.700 pessoas cujo envolvimento ultrapassa mais de 500 envolvidos poderão ter seus dias contados no município que é considerado uma das referencias no tema prevenção contra incêndio e pânico no Brasil.
Mesmo de posse de todos os dados e principalmente, a par da necessidade de continuidade das ações desenvolvidas pelos vários projetos Sociais elaborados pela Federação Brasileira de Bombeiros Civil (FEBRABOM RS) a Prefeitura de Viamão, mesmo após varias reuniões inclusive em uma delas com a presença do Deputado Eestadual Edson Brum que ressaltou a importância das ações.
A prefeitura, segue irredutível na falta de apoio, continuidade e abrangência das ações.
Indo completamente na contra mão das novas Politicas Federais que tratam do tema Prevenção Contra Incêndio e Pânico.

A necessidade da continuidade das ações também foram discutidas em nível Estadual.
Projetos como: Comunidade Preventiva cujo objetivo, é a preparação em ações de primeiro atendimento em acidentes domésticos, evacuação, suporte básico de vida. Multiplicação de conhecimento destinado às comunidades carentes, professores, gestores pedagógicos e etc. Bem como. As ações do projeto Febrabom contra a Fome que já arrecadou quase uma tonelada de alimentos que serão distribuídos dentro do próprio município, Criança feliz Febrabom ação de cunho direto as crianças carentes do município além, de campanhas de arrecadação a entidades filantrópicas não sensibilizaram a Prefeitura de Viamão um dos municípios mais pobres e mais violentos do Estado.



A magnitude das ações que deveriam ser desenvolvidas pela Prefeitura poderá afetar

Não só os participantes do município, mas também, vários outros profissionais, colaboradores e participantes de outras cidades e do interior do RS.
Procurada por nossa equipe de jornalismo a Diretoria do Núcleo Gaúcho da entidade. Lamenta, o pouco interesse e sensibilidade demonstrado prefeito do município André Pacheco do (PSDB). Ressaltou também, as consequências na paralisação dos projetos, porém diante da enorme proporção tomada pelas ações a creditam ainda na capacidade entendimento e de apoio do prefeito na reversão do quadro no município.