segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Acendimento da Pira dá Início a Comemorações da Semana da Pátria.

Cerimônia no Parque Osório, em Tramandaí, homenageou os 50 anos do espaço que cuida do acervo do general Osório.
O acendimento da pira da Pátria neste sábado, no Parque Osório, em Tramandaí, deu o pontapé inicial para as comemorações dos 197 anos de independência do Brasil celebrados este ano. Na solenidade, que marcou a largada da 82ª edição da Corrida do Fogo Simbólico da Pátria, escoteiros do Grêmio Náutico União conduziram a centelha às viaturas que vão percorrer o Rio Grande do Sul com a pira. A previsão é que a centelha chegue na prefeitura de Porto Alegre no dia 23 de agosto.
Como ocorre todos os anos, o tradicional evento que abre a Semana da Pátria tem dois enfoques. Um brasileiro, cujo tema homenageia a Bandeira do Brasil, e outro regional. No Estado, a Liga da Defesa Nacional do Rio Grande do Sul - que organiza a atividade junto com a Fundação Parque Histórico Marechal Manoel Luís Osório - escolheu esse ano homenagear os 50 anos de idealização e criação do Parque Osório. Conforme o presidente da entidade, coronel Marco Dangui Pinheiro, a ideia é também prestar uma homenagem à trajetória do marechal e general Manoel Luis Osório.
A partir de agora, os municípios, quando receberem o fogo simbólico aceso no Parque Osório, darão início às festividades dos 197 anos de independência do Brasil. “O parque abriga o acervo do marechal Osório. Ele nasceu aqui, se criou aqui e foi um dos grandes comandantes do Exército. Ele é um ícone, um símbolo, homem de correção pessoal absoluta", observa. Além das viaturas que vão carregar a pira a outras cidades gaúchas, Pinheiro destaca que uma chama ficará no mausoléu do chefe militar.
O comandante da 3ª Região Militar, general de Divisão Riyuzo Ikeda destacou que o parque é um dos três sítios históricos do Exército, sendo o maior em área. "Este parque existe em homenagem ao patrono da cavalaria. A escolha dele para ser homenageado neste dia e neste ano nos enche de orgulho, justamente no ano do cinquentenário de criação e idealização desta área tão bonita", completa. Até 1º de setembro, a meta é entregar a centelha simbólica a todos os municípios gaúchos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário